text-align: center; B de Betina: USAR OU NÃO USAR SALTO ALTO NA GRAVIDEZ?

20 maio 2016

USAR OU NÃO USAR SALTO ALTO NA GRAVIDEZ?

''Eu tinha certeza que quando engravidasse eu não iria abrir mão de nada! Iria continuar indo pras minhas baladas, iria continuar usando minhas roupas e jamais iria aposentar por 9 meses meus saltos, mas depois que descobri que carregava um pedaço de mim na minha barriga tudo que eu achei que não abriria mão foi se desconectando de mim com o passar dos dias, principalmente o bendito salto alto''. 

A gravidez é com certeza um período de mudanças e conquistas na vida da mulher. E assim que a gente descobre que vai ser mãe já vem mil coisas na nossa cabeça na qual temos que mudar pra ontem, e entre essas coisas estão as vestimentas, alimentação, postura, forma de pensar e de agir sobre N coisas na qual temos que deixar pra trás. O lado legal disso tudo é que a partir dai já começamos a nos sentir mãe, nos sentimentos responsáveis por está abrindo mão de coisas na qual gostávamos tanto por causa de um bebêzinho que nem conhecemos mas que passamos a amar profundamente em questão de segundos.
Enfim, o post de hoje eu vim falar de algo que 90%  das mulheres são adeptas a usar e com a gravidez surge aquela dúvida de abandonar ou não abandonar o salto alto?
Assim que descobri que iria ser mamãe uma das primeiras coisas que fiz foi aposentar todos meus saltos (que eram bem grandes) e dar boas vindas para os sapatos baixos no qual eu nunca gostei muito de usar. Antes de mais nada, quero deixar claro aqui que não fiz isso por ser obrigatório ou algo que todas as gravidas tenha que fazer, muito pelo contrário fiz isso porque cresci no meio de mulheres falando que grávidas não deveriam usar salto pois poderiam correr o risco de cair ou dar problemas maiores na coluna, o que não sei se é ou não mito, só sei que EU decidi seguir isso por precação, o que não me faz sentir no direito de julgar grávidas super de bem consigo mesmas que se sentem total confortáveis de usar o bendito salto seja ele pra ir numa festa ou trabalhar.
Esse assunto se torna até um pouco polêmico, pois o que pra algumas não fazem mal algum pra outras são totalmente perigoso. No meu caso por exemplo, evitei usar por trabalhar o dia todo em pé e correr o risco de cair ou ter problemas de coluna (como dizem por ai) e hoje em dia uma das minhas maiores dores é na coluna, talvez se eu tivesse usado o salto poderia está bem pior, ou poderia esta a mesma coisa, não sei... só sei que mais uma vez eu repito que não usar foi uma opção minha!
Senti vontade de escrever sobre esse assunto aqui porque sei que opiniões na vida de gravidas é uma das coisas que mais acontece e sei também que é um porre ter que ouvir isso de pessoas que passaram a vida cagando pra você e agora querem se sentir no direito de se meter achando que estão falando algo para o seu bem. Sei lá, as vezes parece que existem um caminhão de pessoas inconvenientes que adoram dar palpites e sei que se você é amante nata do salto alto já deve ter escutado um monte desse tipo de pessoa, mas infelizmente hoje em dia, o que a gente carrega, o que a gente veste e calça é um problema pra vida das pessoas, afinal, elas não tem o que fazer.

Gostaria de lembrar que cada mulher é de um jeito, cada gravidez é de um jeito. E digo também que se você está se sentindo bem e quer sair por ai sambando em cima do seu salto tem mais é que sair mesmo! Parem de comparar as mulheres e suas gravidez. 
0

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui!